Existem várias opções de tratamentos efetivas para a perda auditiva, incluindo: educação sobre estratégias de comunicação, dispositivos auxiliares de audição, aparelhos auditivos, Estimulação Elétrico-Acústicasistemas de implantes do ouvido médio e implantes cocleares..

Eficácia da Comunicação

Para além dos dispositivos que substituem a audição natural, é igualmente importante aprender as técnicas que permitem melhorar a habilidade de comunicar. Por exemplo, favorizar a escuta em locais bem iluminados, para que o rosto do locutor possa ser claramente visto, permitindo uma escuta individual e simultânea, assim como a utilização de sinais visuais de discurso. A escolha de um local calmo permite igualmente dar uma maior atenção ao discurso. Para além disso, assegurar que a distância entre o ouvinte e o locutor é inferior a um metro facilita uma clara compreensão do discurso.

Aparelhos Auditivos

Os aparelhos auditivos constituem um método efetivo para tratar perdas auditivas leves a moderadas. Funcionam através da amplificação de sons. Antes, estes dispositivos eram considerados inestéticos, sendo frequentemente associados a certos estigmas sociais. Atualmente, estes dispositivos são mais pequenos e discretos, e apresentam-se sob várias formas, cores e tamanhos. Também podem ser personalizados de acordo com o gosto de cada um. A combinação com as inovações tecnológicas modernas conferiu uma melhor aceitação dos dispositivos auditivos, permitindo o abandono das conotações negativas. O papel dos profissionais de saúde auditiva na escolha do aparelho auditivo apropriado é determinante, uma vez que certos modelos podem ser de manuseamento mais fácil para adultos com capacidades motoras reduzidas.
Os aparelhos auditivos podem ser portados por detrás da orelha (BTE), no ouvido (ITE) ou diretamente dentro do canal auditivo (ITC). Os modelos BTE com adaptação em ouvido aberto utilizam um tubo ultrafino, em lugar dos adaptadores de orelhas, para conduzirem o som para dentro do ouvido. Estes modelos são recomendados para perdas auditivas ligeiras ou moderadas. Atualmente a eletrónica digital é a tecnologia principal utilizada nos dispositivos auditivos. Os dispositivos auditivos digitais utilizam um computador miniaturizado para converter o som em sinais digitais tendo em conta as frequências graves e agudas antes de proceder à amplificação. Podem ser ajustados para a amplificação de frequências específicas, ou seja podem ser personalizados e adaptados a necessidades auditivas específicas. Os dispositivos auditivos digitais podem igualmente filtrar ruídos de fundo permitindo uma melhor compreensão do discurso.

Dispositivos Auxiliares de Audição

Um dispositivo auxiliar de audição (ALD) consiste num apoio opcional que pode melhorar as situações de comunicação do dia-a-dia. Um dispositivo auxiliar de audição pode ser utilizado com ou sem dispositivos auditivos ou implantes auditivos para superar os efeitos negativos da distância, dos ruídos de fundo ou acústica fraca. Os dispositivos auxiliares de audição são essencialmente ferramentas que otimizam a capacidade auditiva. Existem vários tipos de dispositivos auxiliares de audição concebidos para várias situações auditivas incluindo a modulação específica da frequência (FM), sistemas de ciclo infravermelho ou indutivo, entre outros. Estes dispositivos encontram-se por vezes disponíveis em espaços públicos para as pessoas com deficiência auditiva. A maior parte das pessoas com deficiência auditiva utiliza as tecnologias assistenciais auditivas individualmente ou em conjunção com um dispositivo auxiliar de audição ou um implante. Esta utilização resulta frequentemente numa melhor compreensão do discurso em ambientes que dificultam a audição. Para informação mais detalhada sobre os ALD, contacte por favor o seu audiologista.

Get in Contact

Please name the person you want to get in contact with.